Saturday, October 28, 2006

São quase 4 da manhã e estou tentando acompanhar o debate na Grobo, mas putz! Essa coisa de cada um ter um minuto pra falar é um saaaaaaaco, parece ping-pong, as respostas não explicam nem esclarecem, ninguém entende nada. E os candidatos embromam horrores.
Alias, o que foi aquilo dos dois candidatos irem la apertar as mãos dos indecisos da platéia? Me irritou pacas, inclusive pq ja tava tarde e eu queria que começasse logo. E sei la, isso de aplaudir a entrada dos candidatos é bizarro pra mim, num tem nada que aplaudir.

Também achei que as comidas no camarim para os candidatos pareciam uma diliça. Achei que o cabelinho "pega-emprestado" do Tucano tava sem noção como sempre, e que a gravata do Calamar (isso parece uma Arca de Noé) tava mei feia. Mas ta chato demais, ê povo mala. Botei meus fones pra não acordar a roommate, que é alemã e não precisa sofrer com nossas tribulações tupiniquins, e fui buscar um Balzac companheiro pra me acompanhar noite afora. A escolhida foi La Cousine Bette, muito mais emocionante do que certas novelas das oito.
Anyway, debatchiiii é na Fal. Genial e sensacional. Ai ai, a poesia da madrugada...

No comments: