Tuesday, April 29, 2008

Moqueca capixaba

Esse final de semana resolvi fazer uma moqueca. Capixaba, porque não gosto de dendê... E ficou uma delícia! Fiz com filé, porque era o que eu tinha em casa, mas o tradicional é com postas. Como ficar catando espinho de peixe é um porre, só uso as postas se o peixe valer mesmo a pena (fresquinho, pescado na hora...) :-)

Para 4 a 6 pessoas, dependendo da fome!

1 kg de peixe em postas ou em filés (o peixe tem que ser firme e não muito espinhento)
1 cebola grande
6 tomates grandes/8 a 10 pequenos
3 dentes de alho
1 maço de cebolinha
1 maço de coentro
sal
Suco de 1 limão
1 colher (sopa) de urucum
2 colheres (sopa) de óleo
3 colheres (sopa) de azeite
Pimentas a gosto (eu usei 4 pimentas de Caiena desidratadas)

Tempere o peixe com sal e limão.
Corte a cebola e os tomates em rodelas.
Pique o coentro e a cebolinha.

Numa panela (o ideal é a panela de barro baixa e larga. Eu não tenho, usei a Le Creuset de ferro que a Re me deu e ficou tetéia), aqueça o óleo. Refogue os 3 dentes de alho amassados com a pimenta. Após um minuto, acrescente um pouco da cebola cortada (mais ou menos 1/3) e refogue até ficar transparente. Aí coloque o peixe, sem sobrepor os pedaços, cubra com coentro e cebolinha, tomate e cebola. Se não couber tudo na panela, faça uma segunda camada de peixe, coentro e cebolinha, tomate e cebola, nessa ordem. Dissolva o urucum no azeite e despeje por cima. Tampe e cozinhe no fogo médio por 25 minutos mais ou menos. O importante é não mexer, só sacudir um pouco a panela de vez em quando para incorporar tudo (prove e acerte o sal se for necessario), e para o peixe não grudar no fundo... Termine o cozimento durante 5 minutos com a panela aberta. Sirva bem quente.
Eu servi com pirão, arroz branco e purê de abóbora.

Pirão facim

2 xícaras do caldo da moqueca
1 xícara de água
4 colheres de cebola picadinha
farinha de mandioca
1 colher (sopa) de azeite
cebolinha
coentro
sal

Refogue bem a cebola no azeite. Quando começar a dourar, acrescente o caldo e a água. No fogo baixo, vá acrescentando a farinha de mandioca aos poucos, mexendo sempre até ficar cremoso (é no olhômetro mesmo, eu gosto do pirão mais durinho então coloco mais). Cuidado que borbulha e espirra! Quando estiver cremoso, tire do fogo, acrescente cebolinha e coentro a gosto, acerte o sal e sirva bem quente.

4 comments:

Rê said...

Meu amore, onde foi que tu achou urucum por ai?! Eu não sei onde achar isso nem aqui no Brasil, quem dirá aí na França hahahah ... Fiquei até emocionada com a participação da minha panela ... tão linda né?! Quando tiver mais tempo coloca aí tuas receitas de sopa pq o frio tá chegando por aqui, e minha empolgação pra cozinhar não anda lá essas coisas hahahaha. Beeeeijos !!! Ah, acho que vou aparecer mais por aqui agora que coloquei teu link na minha pastinha ADORO dos favoritos hahahah ... Tava mais do que na hora.

Milady Carol said...

Ah Rê, eu tive que fazer com um sucedâneo de urucum, que por aqui tb não acha! Aí no Brasil eu comprava no supermercado mesmo, ou então na feira.
Vou colocar sim umas receitas de sopas, inclusive pq a primavera aqui tá tão vagabunda que só chove e faz frio :-D

Beijocas fror, e apareça!

Srta. Bia said...

hahaha... achei que tinha um mercadinho de temperos chique e escondido numa ruazinha francesa. mas taí algo para as pessoas pensarem, exportação de urucum...rs.

Milady Carol said...

Srta. Bia: Ah, se brincar até tinha numa loja de produtos brasileiros que visito sempre, na Rua Daniel Stern... Dendê eu já vi lá, mas blé, não gosto.
Mas era domingo, e a preguiça de pegar o metrô e conferir era foooooorte! Aí foi de curcuma mesmo, que é amarelo e não laranja, mas tem um gostinho bem bom. Não é muito ortodoxo, mais ficou dilícia do mesmo jeito :-D