Wednesday, September 27, 2006

Minissérie de ficção no maior canal publico daqui : uma mulher eleita, pela primeira vez, presidente da França. Daí sei lá, eu estou achando tudo tão machista… a moça emocionada falando para várias criancinhas que quis virar presidente quando foi assistir Bambi e viu o pai dela chorar. Até aí, tudo bem, faz parte do repertório brega tão querido dos franceses. Aí aparece um assessor dela dizendo que quando ele era adolescente, era apaixonado por ela e não deu em nada. Daí, como ele nunca achou ninguém tão bom quanto ela, virou gay. E diz : « quem sabe, se eu não tivesse conhecido Fulana, eu nunca teria virado homossexual ». E eu aqui sem controle remoto pra desligar toda essa presepada, vou ter que levantar da cama. Bão, pelo menos a tal Madame la Présidente (ou Madame le Président, para a Académie Française) usa All Star, nem tudo está perdido.
Eta, o marido da presidente apareceu num jantar de saia! acho que vou deixar a TV ligada. :-D

5 comments:

bia said...

hahahaha... O cara virou gay? Fala sério!

Anonymous said...

Hahahaha..Mas quem usa calças nessa casa afinal?

Mani said...

Deve ser a versão francesa do seriado em que a Geena Davis vira presidente dos eua...Me deu vontade de ver...

Milady Carol said...

Bia: e num é??? fiquei passada, deu até preguiça de continuar assistindo.
Celinho: o chefe do cerimonial! e tambem usava fraque :-D
Mani: eu também ouvi falar desse com a Geena Davis, mas achei o francês meio fraquinho, sabe? tudo em torno da imagem da presidente, da vida privada dela... bom, eu também so vi o primeiro capitulo, acho que tinha mais um ou dois, quem sabe melhorava depois? mas a historia do tio que virou gay porque ela não gostava dele foi demais.

Nina Barki said...

LOL
Só os franceses mesmo pra inventar tanto nonsense!
Ver o pai chorando pq viu Bambi? Que pai bambi é esse? (ai que preconceito, homem pode chorar sim!)
Mas realmente, a maior incoerência é o assessor gay. Ninguém merece.
:P
Beijão!