Thursday, February 23, 2006

Tortas voadoras

O post que o Celinho escreveu sobre o Beijoqueiro, que saía pelo Brasil afora beijando celebridades (o Beijoqueiro, não o Celinho ! quer dizer, eu acho) me fez lembrar de uma figura incrível : Noël Godin, o famoso « entarteur ». Na verdade Noël, assim como muitas celebridades daqui, não é francês, é belga, e ficou famoso por jogar tortas de creme em celebridades. Seus alvos prediletos são políticos emproados, homens de negócios donos do mundo ou filósofos maletas. Pelo que eu entendi, o Beijoqueiro beijava as pessoas por curtição e maluquice. Já o entarteur é um subversivo : a torta na cara é um protesto humorístico, indolor e pacífico.

Alguns de seus alvos mais famosos :
- o filósofo francês Bernard-Henri Lévy, que não levou só uma, mas quatro tortas na cara. Também pudera! quando levou a primeira torta, jogou o Noël no chão e ameaçou quebrar a cara dele. Muito bonito, Monsieur le Philosophe
- o ministro francês do Interior, Nicolas Sarkozy. Essa impôs respeito. Precisa de muuuuita coragem para encarar o Sarkozy, mesmo só com chantilly.
- o Bill Gates. I rest my case.


Pensei também em uma crônica do João Ubaldo Ribeiro em que ele dizia que as ovadas que o Serra levou uns anos atrás, enquanto ainda era ministro da Saúde, deviam ser vistas como algo positivo. As ovadas mostrariam que o povo já não vê seus políticos como seres superiores, dos quais só se fala mal pelas costas. Eu concordo com esse ponto de vista. Não que eu ache que se deva sair por aí dando ovada ou tortada em todo mundo, mas o entarteur faz, com humor, o trabalho do escravo de César que, durante os triunfos, ficava gritando atrás do carro do grande conquistador: « lembra-te que sois mortal ». A diferença é que os Césares faziam questão de ter alguém que os lembrasse de que todo triunfo é passageiro. Já muitas personalidades de hoje em dia parecem querer esquecer isso…

4 comments:

Nina Barki said...

CARACAS! Encontrei minha vocação!
E eu q achei q tudo estivesse perdido para sempre!
That's what I'm gonna do. Mereceu, levou torta na cara.
Excelente.
Beijão!

Clarice said...

Sem falar nas bengaladas!
O que é mais gostoso nesses incidentes é a cara de espanto dos alvos: "EU?" E aí caem do pedestal!
Beijão.

Celinho said...

A torta na cara é hilária...e requer pratica E habilidade! Muito bem lembrado! =D

Milady Carol said...

Nina: tanta gente quer fazer disso (atirar tortas e dar bengaladas, como bem lembrou a Clarice, na cara de gente metida a sebo) que o concurso deve estar concorridésimo.

Clarice: exatamente!!! a cara de surpresa e espanto é uma das coisas que o Mastercard não pode comprar.

Celinho: viu o vídeo das tortadas? Mostly excellent!