Friday, February 17, 2006

Dia de pesadelo no trabalho, daqueles em que o stress sobe tanto que quando eu chego em casa estou com o maxilar travado. Finalmente essa que vos fala chuta o balde, cata os trecos dela e se manda, pega um trem atrasado, um ônibus entupido de adolescentes histéricas, enfrenta o supermercado com uma criança daquelas insuportáveis que berrou durante literalmente cada um dos 20 minutos que passei dentro daquele antro de pavor. E nessa ligo para o namorado, que tem uma constância de humor invejável e estava sendo fofo e doce como sempre, resmungo e dou uma resposta meio atravessada. Chego em casa e encontro um envelope, com o cartão mais lindo do mundo e um presente fofíssimo. Como é que uma pessoa consegue desmanchar em um nanossegundo as frustrações, irritações e chateações de um dia inteiro, e me deixar completamente envergonhada por ser essa vítima do sistema e dos meus próprios hormônios ? eu não tenho desculpa, sou uma besta mesmo.
So sorry,
hon. You're the best. Ever.

*****************************
Ah sim. Eu dei uma caixa de bombons pra ele, ele me deu um livro de receitas. Seremos o casal de gordos mais felizes do mundo.

2 comments:

Celinho said...

...e até quem me ve,lendo jornal...
;-******

Nina Barki said...

Acredita q eu dei O MESMO PRESENTE pro FX?? Assim, do nada, vi na livraria e lembrei dele... Devo mencionar q quem cozinha, na relação, é ele!
;)
Beijos!